20110224

Gostava de saber a credibilidade desta formação ... Não me inspira ...

Qualquer formação digna puxa créditos dizendo quem são os formadores e que tipo de formação será dada, especificamente (8h para teoria e prática é interessante ...). Se alguém quiser comentar .... agradeço desde já! Quantos formandos a 99 euros?

A. Margarida Azevedo
_________________________________________________


Data: 23-02-2011
Empresa: PsicoSoma Aveiro
País: Portugal
Distrito: Aveiro
Concelho: Aveiro

Descrição da Empresa


PsicoSoma Aveiro
Formação de Formadores, Formação, Clínica, Livraria, Editora e Criação de Empresas

A PsicoSoma Aveiro é a primeira unidade da rede de Franchising PsicoSoma, com o crescente número de clientes que a PsicoSoma tinha vindo a verificar na área de Aveiro, justificou em pleno a escolha desta cidade para receber a primeira unidade de franchising.


O espaço físico da PsicoSoma Aveiro está localizado junto ao Centro Comercial Glicínias, tendo bons acessos e um bom parqueamento.

Venha visitar o novo Mundo Psicossomático em Aveiro.

Descrição da Formação

Workshop de Muscioterapia (8h) na Psicosoma Aveiro! por apenas 99€ Facilidades de pagamento Agora, todos os cursos PsicoSoma estão isentos de IVA! Objectivo: Proporcionar aquisição de conhecimentos genéricos sobre Musicoterapia, através de componentes teórico e prática. Para mais informações contacte-nos! A PsicoSoma é uma entidade acreditada pela DGERT

Data da Formação - 07-05-2011

Duração do Curso-  8h

Certificação - Certificado de Participação

Preço - 99€

Oferta Isenção de IVA na formação e 10% de desconto na Livraria Técnica

Local do Curso Rua do Eng. Carlos Bóia, nº 46 Aveiro


Fonte: http://emprego.sapo.pt/emprego/anuncio/102363/workshop-de-musicoterapia-aveiro.htm

'Musicoterapia é sinônimo de qualidade de vida'

A música tem uma influencia significativa na vida das pessoas, despertando emoções ou prazeres em situações cotidianas. Nos últimos anos passou a se destacar também no cenário terapêutico, contribuindo no tratamento ou prevenção de enfermidades. Trata-se da Musicoterapia, atendimento que consiste na utilização da música, sons e instrumentos musicais para a recuperação e reabilitação da saúde, proporcionando uma melhor qualidade de vida.

Segundo Wanderley Alves Júnior, musicoterapeuta do Hospital Infantil Darcy Vargas e especialista em psicoterapia ambulatorial pela Universidade Federal de São Paulo, o tratamento é indicado para crianças, adolescentes, adultos e idosos, auxiliando no desenvolvimento emocional, afetivo e social do indivíduo. "Entre diversas outras aplicações, a Musicoterapia é indicada, por exemplo, às crianças com autismo, adolescentes com dificuldades de comunicação, adultos com transtornos emocionais e stress e idosos com quadros de demência, como Alzheimer e Parkinson", explica.
Para passar pelo tratamento não é necessário saber música ou tocar algum instrumento, já que o musicoterapeuta tem formação específica para conduzir as sessões. "Durante as sessões o musicoterapeuta e a pessoa que buscou o tratamento se comunicam e interagem fazendo música. O ato de fazer música, além de prazeroso, é carregado de emoções, afetos e estimula diferentes funções cerebrais", afirma.

musicoterapia_4


 O atendimento consiste na utilização da música

O tratamento pode ser realizado em consultórios ou residências sempre acompanhado de um profissional. "É importante verificar a formação profissional, uma vez que só é habilitado a atuar como musicoterapeuta quem cursou a faculdade de Musicoterapia".
Wanderley realiza a partir do dia 19 de março, em quatro módulos, o 2º Curso de Extensão em Musicoterapia para estudantes e profissionais das áreas de saúde, artes, música, educação, serviço social e áreas afins. O encontro, promovido pelo NAPE (Núcleo de Arte e Educação), vai acontecer no Hotel Othon em São José dos Campos. Mais informações e inscrições: napesjcampos@uol.com.br Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. .
O musicoterapeuta Wanderley Alves Junior tem consultório em Jacareí e os interessados no tratamento podem entrar em contato pelo telefone (12) 8128-2301 ou e-mail contato@wanderleyalves.com.br Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. .

20110217

'Musicoterapia ajuda pessoas com Alzheimer'

Associação Alzheimer Portugal promove esta intervenção alternativa

Música ajuda pessoas com doença de Alzheimer
A Alzheimer Portugal melhora a qualidade de vida das pessoas com doença de Alzheimer através da música, promovendo sessões gratuitas de Musicoterapia, no Centro de Dia, em Lisboa.
As sessões de intervenção de Musicoterapia da Alzheimer Portugal, resultantes de um dos projectos da SIC Esperança, têm carácter semanal e podem decorrer de acordo com diferentes vertentes.
Maria Gabriela Nicolau, Musicoterapeuta da associação, constata que “os cerca de 15 utentes que já participaram nas sessões apresentaram melhorias cognitivas e motoras visíveis, bem como, a atenuação dos sintomas ligados à perda de competências comunicacionais.”
Durante as sessões os participantes desenvolvem técnicas activas de criação e improvisação, tocando instrumentos de fácil manuseamento e através do canto, com o objectivo de aumentar a comunicação, a socialização, os funcionamentos cognitivo e físico, e, diminuir a ansiedade e a agitação, para a melhoria da qualidade de vida.
“A musicoterapia apresenta benefícios visíveis nas pessoas com competências comunicacionais diminuídas e quanto mais cedo for iniciada a intervenção maiores são os benefícios alcançados, independentemente da idade ou do estágio da doença”, acrescenta Maria Gabriela Nicolau.
A Alzheimer Portugal disponibiliza sessões de Musicoterapia individuais, destinadas a pessoas com Doença de Alzheimer que apresentam necessidades muito específicas, sessões de grupo, com um limite de 15 participantes, e sessões que promovem as relações intergeracionais, promovendo o convívio das pessoas com doença de Alzheimer com crianças em idade pré-escolar.

17 de fevereiro de 2011
Fonte: Hill & Knowlton
Fonte: SAPO

20110210

Recomendação | Livro | Lançamento

Arquitectura, Música e Acústica no Portugal Contemporâneo

16 Fevereiro 2011 |18h30 | Sala Plana da FAUP

capa livro

A obra "Arquitectura, Música e Acústica no Portugal Contemporâneo" da autoria de Maria do Céu Aguiar Mota, com prefácio do Prof. Doutor João Pedro Xavier será lançada a 16 de Fevereiro de 2011, pelas 18h30, na Sala Plana da FAUP.  
A apresentação deste título editado pela FAUP publicações estará a cargo do Prof. Doutor António Oliveira de Carvalho (FEUP) e do Prof. Doutor João Pedro Xavier (FAUP).

Arquitectura, Música e Acústica no Portugal Contemporâneo

O livro aborda as influências recíprocas entre a arquitectura e a música desde a Antiguidade aos nossos dias. 
No século I a. C., Vitrúvio faz referência à música no seu Tratado de Arquitectura. No Renascimento, a analogia entre as proporções da catedral de Florença e as do moteto Nuper rosarum flores de Dufay gera o encontro mais paradigmático do musical e do visual naquele período. A Reforma Protestante acarreta também modificações no interior das igrejas. Como consequência, a acústica das mesmas altera-se e permite o desenvolvimento de novas formas musicais. No século XIX, a música é a arte rainha pelas suas qualidades não-imitativas e para Goethe, "a arquitectura é música congelada". Raul Lino, considerado um dos arquitectos portugueses mais musicais, irá citá-lo. Em meados do século XX, Le Corbusier inclui o som como uma das qualidades imateriais do espaço e Stockhausen admite a dimensão espacial como um dos parâmetros musicais. No início do século XXI, a Casa da Música no Porto cumpre com sucesso a sua função.

Maria do Céu Mota 
[Porto, 1972] Licenciada em Ensino de Música pela Universidade de Aveiro em 1999 e mestre em História da Arte Contemporânea pela Universidade Nova de Lisboa em 2005. É professora de Piano e de História da Cultura e das Artes no Conservatório de Música da Jobra (Albergaria-a Velha).

20110209

Brasil | Curso de Neuromusicoterapia em Reabilitação

 Que pena não ser em Portugal!

I Curso de Neuromusicoterapia em Reabilitação – IINEURO


O IINEURO- Instituto Integrado de Neurociências propõe o I Curso de Neuromusicoterapia em Reabilitação para musicoterapeutas estudantes e profissionais que desejam aprofundar conhecimentos neste tema tão relevante e demandado atualmente. A Neuromusicoterapia em Reabilitação é o estudo da aplicação terapêutica da música nas doenças neurológicas com base no  modelo de neurociências e técnicas de tratamento musicoterapêuticas.

O Curso abrangerá outras áreas de conhecimento pois, a rotina clínica da Neuromusicoterapia está vinculada à neuroanatomia funcional,  neurobiologia, neurologia, neuropsicologia, dentre outras. Para tal contaremos com profissionais habilitados em  Musicoterapia Neurológica, Neurologia, Fonoaudiologia, Fisioterapia, Terapia Ocupacional e Neuropsicologia (especialistas, mestres e doutores). Portanto, estamos certos de que será uma prática de estudo útil para aqueles profissionais que buscam compreender melhor o paciente neurológico por meio das contribuições que a Neuromusicoterapia pode oferecer dentro de um processo de Neuroreabilitação.
Sejam todos bem-vindos!

Temas do curso: Neuromusicoterapia; Música e Cérebro; Neurologia; Musicoterapia na Reabilitação da Fala e Linguagem; Musicoterapia na Reabilitação Cognitiva; Musicoterapia na Reabilitação Motora; Musicoterapia Baseada em Evidência; Pesquisa em Musicoterapia.

Aulas  teóricas, práticas, discussão de casos clínicos e material didático.

Carga Horária Presencial: 40 horas divididas em 4 módulos nos meses de abril, julho, agosto e outubro de 2011.

Carga Horária à Distância: 10 horas – orientações e atividades à distância e 10 horas -  orientação para elaboração do trabalho final.

Número de vagas: 20

Certificado: 60 horas

Investimento:

A vista: 1.200,00
3 parcelas de 420,00 = 1260,00
7 parcelas de 200,00 = 1.400,00


Atenciosamente,
IINEUro

  © Blogger template 'The Base' by Ourblogtemplates.com 2008. Adapted by Margarida Azevedo (Março, 29, 2009).

Back to TOP